Guia de Episódios Prólogo Primeiro Ato Segundo Ato Terceiro Ato Quarto Ato

Produção #V719 - Episódio 19
Final da Temporada

NOTA ESPECIAL

Alguns de vocês podem perceber que a estrutura e a escrita de "Caídas" são diferentes daquilo que nós temos feito para a maioria desta temporada. Isso acontece porque esta estória não foi feita como um Roteiro da Sétima Temporada Virtual com Subtexto - este roteiro é o de número V1426 de 'Xena: a Princesa Guerreira' Série 6, um roteiro feito para o próprio seriado, e que não foi produzido. ~ Missy


ESTÓRIA DE  / ADAPTAÇÃO PARA TV POR
Rob Tapert   /   Melissa Good


DIRIGIDO POR
Denise Byrd


PRODUZIDO POR
C
arol Stephens

IMAGENS DAS CENAS
Judi Mair


TRABALHO ARTÍSTICO
Lucia


GRÁFICO DO TÍTULO DO EPISÓDIO
MaryD

TRADUZIDO DO INGLÊS POR
Chris Burle


 

PRÓLOGO

 

FADE IN:

 

CENA EXT. JARDIM DE LILA - POTEDIA - DIA

 

É um lindo dia em Potedia. Lila e Sarah estão no jardim, colhendo vegetais. Sarah está grávida, mas nem tanto. O marido de Sarah, Stefan, está capinando ali perto.

 

SARAH

Vai ser bom ver Gabrielle e Xena novamente, não é?

Estou feliz de elas terem decidido vir nos visitar.

 

LILA

Eu também. É um pouco estranho para nós, você sabe.

Gabrielle costumava ser minha irmã mais velha.

 

 

Sarah e Lila riem. Stefan olha para elas.

 

STEFAN

Importam-se de me explicar novamente

como isso aconteceu?

 

LILA

É uma longa história. Você pode pedir a Gabrielle

para lhe contar quando ela estiver aqui.

 

Sarah sorri, e continua a colher berinjelas.

 

SARAH

Ela certamente leva uma vida de aventuras.

(pausa)

Você acha que ela nunca virá

definitivamente para casa?

 

Lila balança a cabeça.

 

LILA

Eu gostaria que ela viesse, mas não. Xena é o

lar dela. Eu percebi isso há muito tempo atrás.

 

Um viajante a cavalo chega ao portão e os saúda educadamente. Ele é um homem jovem, muito bonito e charmoso.

 

JANOS

Olá. Estaria eu diante da casa da família de Gabrielle,

algumas vezes chamada de 'a Barda de Potedia'?

 

 

Sarah e Lila trocam olhares e sorrisos. Sarah se enfeita um pouco. Stefan observa o homem um pouco duvidosamente.

 

LILA

Sim, é aqui. Eu sou a irmã dela, Lila.

Você gostaria de entrar?

 

JANOS

Eu adoraria.

 

Janos desmonta do cavalo e entra no jardim. Eles entram na casa.

 

CORTA PARA:

 

CENA EXT. CACHOEIRA/RIO - DIA

 

Xena e Gabrielle nadam em um pequeno lago, com uma cachoeira. Xena está de pé embaixo da cachoeira, deixando-a atingir suas costas. Gabrielle nada até lá e se apóia em uma pedra perto dela.

 

GABRIELLE

Eu poderia me sentir ofendida. Eu achei que você

gostasse das minhas massagens nas costas.

 

Xena empurra a cabeça para fora do borrifo d'água.

 

XENA

Eu gosto. Mas é que eu tenho esta maldita cãibra

nas costas que parece que não quer me deixar.

 

Xena desiste e se senta na água ao lado de Gabrielle. Elas esguicham água uma na outra, e sorriem, parecendo muito relaxadas.

 

 

XENA

(continua)

Ansiosa para visitar sua casa?

 

Gabrielle sorri largamente.

 

GABRIELLE

É, estou sim. Nós temos passado por tanta coisa

ultimamente - vai ser bom ver alguns rostos familiares.

(pausa)

Nós vimos tão poucos deles por aí, até agora.

 

Xena leva isso em consideração. Ela sabe que é verdade.

 

XENA

Isso te incomoda, não incomoda?

 

 

GABRIELLE

Incomoda. Eu me sinto tão desconectada, às vezes. Eu

tive um pesadelo sobre isso na noite passada, era só eu,

passeando sozinha pela estrada de algum lugar. Eu não

sabia por onde tinha estado... nem aonde estava indo...

 

Xena coloca uma mão preocupada no ombro de Gabi.

 

GABRIELLE

(continua)

Fico feliz por você ter me acordado dele... que foi?

 

Xena se endureceu, sentindo algo. Ela se afasta e nada na direção de suas roupas e armas e, quando ela alcança a margem, uma rajada de flechas se solta, e ela está sob ataque.

 

CORTA PARA:

 

CENA EXT. FLORESTA - DIA

 

Os homens se aglomeram em volta dela e Xena luta desesperadamente, tomando sua espada e lutando contra os que estão mais perto. Os homens ignoram Gabrielle, que nada até lá e sai às pressas da água, lançando-se ferozmente sobre os atacantes de Xena. Gabrielle joga vários homens ao chão, e se ajoelha sobre a garganta de um, estalando seu pescoço. Ela se levanta sem olhar para trás e mergulha em busca de seus Sais, voltando com eles e rasgando alguns dos lutadores que cercavam Xena. Um lutador desliza entre a guarda de Xena e está para espetá-la quando ele pára, depois escorrega ao chão. Gabrielle retira seu sai das costas dele e o limpa no corpo dele antes de continuar. Xena tira um tempo para reagir a isso e ao olhar de uma ferocidade severa e fria no rosto de Gabrielle. Finalmente, elas derrotam os atacantes, e eles fogem, carregando seus feridos e mortos com eles.

 

GABRIELLE

É pedir demais querer dar uma agradável

nadada relaxante? Para que foi isso tudo?

 

XENA

Boa pergunta. Vai ver eles não gostaram de como

nos banhávamos, acho. Tudo bem com você?

 

GABRIELLE

Sim, estou bem. Nem mesmo um arranhão. Por quê?

 

XENA

Você estava verdadeiramente atacada.

 

 

Gabrielle limpa seus sais.

 

GABRIELLE

É. Comigo tem sido assim ultimamente.

 

Gabrielle agarra suas roupas com um olhar perturbado. Xena pega suas coisas, depois começa a procurar insistentemente entre elas.

 

GABRIELLE

(continua)

O que há de errado?

 

 

XENA

Sumiu.

 

Gabrielle observa. Xena está segurando o estojo do chakram. Está vazio.

 

XENA

(continua)

Eles roubaram meu chakram.

 

FADE OUT.

 

FIM DO PRÓLOGO

 

PRIMEIRO ATO